Terça, 24 de novembro de 2020
Geral

17/11/2020 às 18h11 - atualizada em 18/11/2020 às 00h19

Redação

Peabiru / PR

Vândalos incendeiam ponte em Peabiru e prejudica mais de 100 famílias de agricultores
A suspeita é que possa ser um crime com motivação política.
 Vândalos incendeiam ponte em Peabiru e prejudica mais de 100 famílias de agricultores

A ponte que liga o rio da Várzea ao Assentamento Marajó amanheceu incendiada nesta terça-feira (17). A suspeita é que possa ser um crime com motivação política. O prefeito reeleito da cidade, Julio Frare (PL), está no local com a polícia, que já iniciou as investigações do caso. 


Apesar das suspeitas, o secretário de Administração, Angelo Brito, informou que ainda não é possível afirmar se foi um incêndio criminoso. Ele evitou também em falar de motivação política. “O que sabemos é que a ponte queimou. Ainda não podemos afirmar se atearam fogo. A polícia está no local com o prefeito para averiguar a situação”, frisou. 


Devido ao incêndio, a estrutura da ponte ficou prejudicada, impedindo o tráfego de veículos no local. Com isso, cerca de 100 famílias de agricultores entre moradores do assentamento e outros produtores rurais daquela região terão de utilizar uma rota alternativa para se deslocar à sede do município, aumentando em cerca de 15 quilômetros o trajeto. 


Brito informou que a ponte é o principal trajeto que liga o assentamento Marajó ao município. “Além de ligar o assentamento à sede do município, existem muitas propriedades rurais naquela localidade”, ressaltou. 


O secretário informou que a ponte é bastante extensa e que o município há algum tempo vem tentando recursos para construir outra ponte em concreto no local. “Ainda não sabemos que a polícia já vai nos autorizar a fazer o conserto ou se teremos que esperar mais por causa da investigação. Quem mais vai sofrer é a população que usa o trajeto”, lamentou Brito. 


A reportagem tentou falar com o prefeito, mas como o local é área rural não há sinal de celular. As ligações deram todas na caixa postal.

FONTE: Tribuna do Interior

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados